Meu blog já concedeu espaço para culturas e mitologias dos indígenas habitantes do Brasil e da América do Sul em geral, seja artigo de pesquisa ou resenha de livro. Esses são exemplos de cultura rica, mas injustiçados pelo pouco destaque recebido, e não são os únicos. Procurei exemplos de mitologia egípcia e me surpreendi por encontrar poucas obras recentes sobre ela. Tem uma ou outra homenagem em games e filmes, e poucos exemplos na literatura, pelo menos dentre os títulos disponíveis no Brasil.

A mitologia egípcia é rica e vem da civilização com maior tempo de existência. Ouve-se falar de personagens como Anúbis, Cleópatra, Osíris, Rá e Ramsés; mas é difícil saber quem eles são de fato. Se deseja conhecer todos eles, comece pelo livro resenhado neste post.

A Pirâmide Vermelha é o primeiro volume da saga As Crônicas de Kane. Publicado em 2010, os irmãos Carter e Sadie são envolvidos na trama onde os deuses egípcios voltam à Terra, e começam a jornada onde conhecerá muito desta mitologia e história ancestral.

A Pirâmide Vermelha - capa

Rick Riordan ficou conhecido por escrever os livros da saga Percy Jackson e os Olimpianos, focada na mitologia grega. Hoje ele possui sagas dedicadas a mitologia nórdica, romana, e a egípcia que começa neste livro. 

Não se podia rejeitar a oferta de uma deusa  

Carter vive com pai enquanto a irmã Sadie mora com os avós em Londres. Separaram-se desde a morte da mãe há seis anos. Julius, o pai dos irmãos, trabalha como arqueólogo especialista em Egito, e leva Carter nas viagens constantes do trabalho.

Os irmãos se encontram apenas duas vezes por ano, como na véspera de Natal. O pai dos dois decide passar o dia da reunião no museu enquanto examina a Pedra de Roseta. A princípio seria outro trabalho como arqueólogo, porém ele pretendia realizar o ritual de invocação. Carter e Sadie pouco entendem da situação, e testemunham o inimaginável: cinco deuses egípcios são libertos da Pedra de Roseta, e um deles rapta Lucius.

O choque de perder o pai de vista é apenas o começo da grande aventura que levarão os garotos a descobrir o passado da família, a relação deles com o Egito Antigo e com os deuses dessa mitologia.

Pelo menos nisso eu podia acreditar  

A Pirâmide Vermelha não é apenas um dos poucos livros com mitologia egípcia disponíveis no Brasil, ainda traz a abordagem completa deste tema. Proporciona várias informações de estudos feitos sobre a cultura egípcia antiga, distribuídas no meio da história cheia de ação. As explicações são didáticas, voltadas ao público da idade dos protagonistas (pré-adolescentes) e acessíveis a qualquer leitor, sem deixar de lado algumas tacadas de humor nessas informações.

Com narrativa em primeira pessoa, cada irmão conta dois capítulos antes de passar a vez ao outro. E eles contam literalmente, pois o livro na verdade é a transcrição das gravações feitas por eles em áudio. Há interrupções na história porque o narrador vigente desabafa algo no meio da gravação ou discute com o irmão atrapalhando.

Traz a forma diferente de narrar, só que nada convincente ao levá-la a sério. Pouco provável de eles falarem por dezenas de minutos no mesmo capítulo sem pausar a gravação, ou até simular o diálogo de cada personagem desta aventura. Difícil tornar crível mesmo se editasse todo o áudio registrado, e os irmãos nem tiveram tal recurso (teriam dito em meio a tantas informações compartilhadas por eles caso tivessem).

Os deuses têm grande poder, mas só os humanos têm criatividade  

Mesmo sendo apenas o primeiro volume, já apresenta boa parte do repertório de deuses egípcios.
Riordan trouxe muitos personagens no mesmo livro, esses com camadas complexas de personalidade. Há deuses antagonistas que não são malvados, só possuem opinião adversa sobre eventos ocorridos no passado que os levaram a tomar esta decisão. 

A Pirâmide Vermelha tem tudo a oferecer sobre a mitologia egípcia. Útil até para leitores de idade bem acima da faixa etária indicada nos livros de Rick Riordan, pois entrega de tudo um pouco. Caso desanime com um ou outro aspecto do livro infanto-juvenil, tenha a certeza de os vários pontos positivos ainda compensarem a leitura. 

Link Externo

Compre o livro

Comentários