O livro a ser analisado neste post é pequeno, objetivo e fascinante; com uma reviravolta no final de fazer o leitor abrir a primeira página e ler tudo outra vez.  Mesmo a abordagem da religião não sendo um dos meus maiores interesses, o carisma do protagonista roubou toda a atenção nesta história incrível. 

Ascensão foi publicado em 2017 na plataforma da Amazon. Uma história de suspense que aborda temas de espiritismo e suicídio. 

Ascensão - capa

Narrado em primeira pessoa pelo protagonista Miguel, um médium que orienta espíritos na sua Ascensão aos céus. Acompanhamos a aventura dele com o espírito de Darla, uma adolescente cuja principal suspeita da sua morte é o suicídio.

De autoria de Bruno Crispim, autor do romance O Segundo Caçador, este vencedor do III Prêmio UFES de Literatura. Além de romancista, possui um conto publicado na coletânea do Escritor Profissional e possui destaque no Wattpad com o livro Guia do Escritor Iniciante, onde compartilha o seu aprendizado sobre a escrita e o mercado literário. 

 Vivi preso, mas livre. Entre loucos, mas lúcido

Difícil de ver livros com uma leitura tão fácil quanto este. Os capítulos são curtos, assim como os parágrafos. A composição das palavras foi bem-feita para contribuir com um ritmo fluído de leitura. Cada frase era interligada com a seguinte, sem devaneios ou descrições de pouca importância. Tudo contribui para uma leitura sem pausas. 

Os personagens soam naturais, com diálogos cheio de jargões correspondentes à sua personalidade e maturidade. O modo de falar do Miguel também reflete na sua narração, é fácil se apegar a este personagem tão carismático e, ao mesmo tempo, rabugento. 

Sendo um médium, vê-se o preconceito encarando Miguel em cada passo. É uma luta quase impossível de vencer sempre que é preciso convencer um personagem secundário sobre seus dons, ao passo que o leitor aceita fácil a capacidade espírita do personagem, ou talvez não. 

Teve bastante coragem em trazer na trama o tópico de suicídio. Darla não foi a única relacionada ao tema durante a história. Os casos foram se elencando com muitos conhecidos de Miguel. 

Uma abordagem equivocada em um desses casos, e a história refletiria em ações reais igual o ocorrido em Os Sofrimentos do Jovem Werther ou 13 Reasons Why 

Mesmo que possa parecer uma solução em determinado momento, logo em seguida demonstra o quanto essa atitude é errada, que só traz dor aos familiares e próximos. Contudo há uma exceção que aconselho o autor revisar, uma passagem rápida em que citou o suicídio de um personagem como consequência de um único evento. Esta abordagem simplista quanto ao tema pode servir de má influência. 

Três batida rápidas e o jornal desliza por baixo da porta

A história termina com um choque. O leitor poderá se sentir perdido, sem saber no que acreditar. Tive duas interpretações distintas ao chegar na última página. Na primeira leitura eu me inclinei a uma interpretação por causa da influência que o Miguel me proporcionou com o seu carisma, resultado da excelente narrativa e construção do personagem. Na releitura eu fui mais cético, e acabei concordando com a segunda interpretação. 

Encontrei alguns deslizes na revisão do livro. Às vezes uma palavra estava em falta, outras em que algo deveria ter sido retirado, além de poucos erros de digitação. Não são nada que prejudique a experiência no todo, exceto aos leitores mais rigorosos. 

Aos que querem se surpreender em um suspense curto, com diálogos divertidos entre um médium e um espírito adolescente, e ainda ser desafiado a te fazer pensar no final, recomendo esta obra nacional do Bruno Crispim, autor que tem muito a oferecer e a ensinar com sua própria experiência. 


Links de Ascensão

Livro completo na Amazon 

Degustação no Wattpad 

Perfis do Autor

Wattpad

Fanpage no Facebook 

Twitter 

Instagram

Site do autor

Comentários