Por bem ou por mal, 2018 acabou. O primeiro ano de experiências literárias com o blog, e apenas isso já fez esse ano valer a pena. O compromisso com as resenhas me fez ler mais livros e aproveitar melhor cada leitura, analisar pontos fortes e fracos de cada obra e compartilha-los por aqui.

Fechei 2018 com 62 livros concluídos, a maioria com resenha disponível no blog. Agora é a hora de ver quais dessas obras merecem destaque, na minha opinião.

Já fiz a lista com as melhores leituras do primeiro semestre. Os cincos livros premiados dessa lista estão classificados para concorrer entre os melhores do ano, são esses: Desonra (J.M. Coetzee), Deuses Caídos (Gabriel Tennyson), A Ascensão do Alfa (Clecius Alexandre Duran), 1984 (George Orwell) e A Escolha dos Três (Stephen King).

Apresento a seguir as cinco melhores experiências de leitura do segundo semestre de 2018, e no fim deixo a classificação definitiva do ano.

Os Cinco Melhores do Segundo Semestre

A Dança dos Mortos

A Dança dos Mortos - Resenha

Com resenha publicada já em 2019 apesar de lido entre os dias de natal e ano novo. Gleyzer Wendrew aproveitou do que foi apresentado no primeiro volume d’As Crônicas da Aurora e caprichou na escrita de sua continuação! A violência explícita exige leitores de estômago forte, o continente de Dünya é recheado de sangue e mortes imprevisíveis numa leitura fluida e criativa.

A Fúria dos Reis

A Fúria dos Reis

George R. R. Martin é trapaceiro em conquistar as listas das melhores leituras, não? O gigantesco e complexo mundo de Westeros justifica esta conquista. Os reis explodem com as ambições particulares e desencadeiam a disputa pelo trono de ferro governado por Joffrey, um garoto cujo poder de herança é indigno, segundo alguns.

O Cavaleiro da Morte

O Cavaleiro da Morte - título

Outro romance de cavalaria, este de ficção histórica baseado no rei saxão Alfredo e a guerra contra os guerreiros nórdicos. Bernard Cornwell sabe mostrar batalhas e provocar cheiros de carnificina através da escrita. Neste segundo volume de As Crônicas Saxônicas, Uhtred deve escolher em qual lado lutar na guerra, as opções são entre uma vitória improvável ou morte certa.

Clube da Luta

Clube da Luta

Já adaptado aos cinemas, Clube da Luta rendeu sucesso ao escritor Chuck Palahniuk, conquista muitíssima justa! Usando a narrativa em fluxo de consciência combinada ao enredo e a situação do protagonista, este livro surpreendeu como há muito não acontecia comigo.

Homens Imprudentemente Poéticos

Homens Imprudentemente Poéticos - título

E nesta lista com maioria de histórias violentas e ambiente medieval europeu, eis aqui o livro sobre cultura japonesa feito em prosa poética escrita por Valter Hugo Mãe. Duzentas páginas de composição literal impressionam com o olhar distinto sobre a cultura japonesa, e a abordagem quanto a floresta dos suicidas no Japão deve servir de exemplo por quem pretende falar de locais semelhantes.

Menções Honrosas do Segundo Semestre

Mais alguns livros merecem destaques entre minhas leituras do segundo semestre, mesmo ficando fora da lista definitiva. São esses:

Sapiens – Uma Breve História da Humanidade
Resenha
Compre o livro

O Pequeno Príncipe
Resenha
Compre o livro

Dom Quixote
Resenha

Os Melhores de 2018

Os candidatos foram apresentados junto com os cinco do primeiro semestre. Chega a hora de revelar a lista definitiva dos melhores de 2018 (rufem os tambores!). Confira:

#10 Desonra
Resenha
Compre o livro

#9 Deuses Caídos
Resenha
Compre o livro

#8 A Dança dos Mortos
Resenha
Compre o livro

#7 A Ascensão do Alfa
Resenha
Compre o livro

#6 A Fúria dos Reis
Resenha
Compre o livro

#5 1984
Resenha
Compre o livro

#4 A Escolha dos Três
Resenha
Compre o livro

Classificação dos melhores de 2018
A Classificação até agora

#3 O Cavaleiro da Morte
Resenha
Compre o livro

#2 Clube da Luta
Resenha
Compre o livro

#1 Homens Imprudentemente Poéticos
Resenha
Compre o livro

Os Três Melhores de 2018

Parabéns ao Valter Hugo Mãe por publicar o livro vencedor do Melhor XP Literário de 2018! Clube da Luta me surpreendeu, mas Homens Imprudentemente Poéticos provocou uma leitura ímpar na minha vida. Fora da minha área de conforto, teve o desafio de me agradar dentre tantos exemplos de literatura fantástica lidos por mim este ano. Este livro foi além e superou todos eles.

Fiquei impressionado quando li cada livro desta lista, não chegaram aqui à toa! Agora fiquem à vontade em citar os seus livros favoritos de 2018 nos comentários. Podem ser os mesmos livros em ordem diferente, sem problema algum, afinal cada leitor tem gosto próprio e a diferença estimula a troca de experiência.

Que todos tenham um ótimo ano cheio de alegria, conquistas e leituras!

Comentários