Mairiporã, 5 de março de 2018

 Para o cientista da computação e matemático Alan Turing

Esta carta é singular.

Eu deveria escrevê-la em inglês por ser o seu idioma nativo. Mas pouco importa, você nunca lerá. Morreu há mais de sessenta anos.

É estranho escrever uma carta a um morto? Ora, é estranho escrever uma carta hoje em dia! Esquisito ser julgado pelo que simplesmente é, mesmo sem ameaçar a segurança de ninguém. Você sabe do que eu estou falando, Turing.

Deveria ser uma mensagem a um suicida cujo trabalho eu admiro. Felizmente eu descobri através de minhas pesquisas esta mudança de perspectiva. Executaram a investigação de forma superficial, e a reavaliação do caso afirmou o acidente com cianeto, ao contrário da exposição voluntária. Nunca saberemos a verdade, apesar desta última declaração ser mais aceita.

Sim, estou aliviado em saber que escreverei um texto a menos sobre o suicídio. Pena ainda ter motivos em lamentar de certos episódios da sua vida.

Por desenvolver a máquina capaz de decodificar mensagens alemãs, a Segunda Guerra Mundial terminou alguns anos antes do esperado. Talvez outros eventos também fossem capazes de antecipar o fim, mas não se nega a sua contribuição quanto a isso. Só que o governo o recompensa anos mais tarde com julgamento só pela condição sexual!

Aviso que a situação está melhor esses dias, embora ainda haja preconceitos. Alguns precisam reafirmar o quanto são machos toda hora. Têm medo de a mídia converter crianças ao “homossexualismo”, como se fosse possível.

Quando dizem de peito cheio que jamais tocaria em coisa de viado, quero tomar o celular de suas mãos e lembrar como esta tecnologia é possível hoje somente pelos seus esforços, de um matemático gay que contribuiu muito na área da tecnologia da informação.

Esses infelizes podem afirmar: sem você, seria outra pessoa mais cedo ou mais tarde. Eles até têm razão, mas foi você o responsável. Devemos lidar com os fatos ao invés da probabilidade de ter sido de outra maneira.

Porém não adianta. É impossível convencê-los através de argumentos. Desconheço como fazer isso, na verdade. Ainda assim acredito, com trabalho de formiguinha, que isso ficará no passado. Não quero provar estar certo, só quero um lugar livre de preconceitos.

Pelo menos eles pediram perdão, está bem? O governo inglês assumiu o erro sessenta anos depois. Até criaram um jargão em seu nome para os demais que receberam pedidos de perdão após décadas por serem penalizados pela mesma legislação.

Se a condição sexual ainda é marginalizada, o mesmo não acontece com a história. Continua sendo homenageado com obras de ficção. Seus feitos também são estudados por calouros das faculdades de computação.

O Teste de Turing é utilizado até hoje. Na verdade é até uma referência bastante conhecida. Já apareceu num romance do Homem de Ferro. Tony Stark fez graça dizendo: “Todo mundo sabe o que é um teste de Turing, não?”

Você nunca lerá este texto. Esta carta chegará a qualquer pessoa capaz de acessar conteúdo online que demonstre o mínimo de interesse pelo meu trabalho ou o seu. Quem sabe alguém não caia de paraquedas e descubra quem o senhor é? Talvez eu consiga compartilhar meu aprendizado ao pesquisar de sua biografia e transcrever nesta carta.

Sem mais, desejo um futuro melhor à nossa humanidade.

 

Att.

DiRock S.


Saiba mais

Página da Wikipedia

Sobre Turing Law

Alan Salvou Milhões de Vidas

Morte Através de Acidente em vez de Suicídio

Comentários